quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Padrões de Comportamentos Repetitivos


Há algum aspecto de sua vida que parece sempre repetir o mesmo desastre? Você se esforça, se esforça, mas, como se fosse uma maldição, a mesma catástrofe acontece de novo e de novo? Isto pode estar acontecendo em qualquer área de sua vida:
- profissional - vive mudando de emprego ou de função? ou está naquela função há anos e não gosta?

- financeiro - trabalha muito para ganhar dinheiro e mesmo assim só dá para o sustento? ou está bem financeiramente e acontece sempre algo em sua vida que volta a estaca zero ou quase?

- saúde - vive gripado? dor de cabeça? dores na costa? gastrite?

- relacionamentos - sempre é traido? trai? não cosegue manter um relacionamento? só se apaixona por aquela pessoa que não está nem ai por você? ou te humilha?
 
Nós vivenciamos as repetições para entendermos o que dentro de nós atrai tais situações, que servirão como lição. Por exemplo, pessoas que ficam em segundo plano na vida amorosa e profissional geralmente passam transparentes pela vida. Não querem assumir grandes compromissos nem com elas mesmas, muito menos com os outros. Assim acabam sendo sempre trocadas e substituidas, pois negam o seu valor e sua importância no mundo. No fundo, elas se sentem inferiores. Muitas vezes essas pessoas têm seus negócios e relacionamentos fracassados porque não apostam suas moedas em si mesmas. Você percebe como somos capazes de nos sabotar?
 
As vezes os eventos que se repetem não são semelhantes entre si, mas trazem as mesmas emoções. Outras vezes as pessoas fazem várias tentativas para resolver uma questão, não conseguem, e acabam, de forma inconsciente, preferindo mudar de opinião, olhar para outras coisas, do que entrar em contato com seu fracasso. Por exemplo, não consegue manter um relacionamento por muito tempo e diz: “os homens não querem compromissos; os homens não prestam; não gostam de mulheres decididas, confiantes; são todos infiéis”.
 
Dicas para nular os padrões repetitivos:

- identificar seus padrões de comportamentos que se repetem negativamente (consciência);

- liste suas crenças - no que acredita que possa estar contribuindo para estes resultados;

- pare de culpar os outros, a si mesmo, ou as circunstancias externas - você não repete estes comportamentos porque quer. É inconsciente. Foi aprendido. Existe um motivo, mas você não sabe ainda. Está reprimindo;

- preste atenção no que fala. Suas palavras são poderosas e muitas vezes limitantes, e te impedem de avançar, progredir. Não é só mudar frases negativas por positivas. É colocar frases que fazem sentido, em que acredita. Por exemplo: em vez de falar "eu não consigo", fale: “estou em processo; tenho dificuldade de...; cada dia estou tendo uma nova consciência".
 
Por isso tudo que muitas vezes é necessário recorrer à ajuda profissional. Para facilitar a compreensão das reais razões que o estão levando a se envolver nestes padrões repetitivos de comportamentos. Só quando a pessoa se abre para se conhecer melhor, aumentando a sua consciência gradativamente. Se aceitando. Sua censura diminui, as resistências caem e as MUDANÇAS ACONTECEM.
 
PAULO COELHO - O CAMINHO DA VITÓRIA
"Um homem inteligente notou certos momentos se repetir. Frequentemente ele se vê diante dos mesmos problemas, e enfrenta situações que já havia enfrentado anteriormente. Então fica deprimido. Começa a achar que é incapaz de progredir na vida, já que as mesmas coisas que viveu no passado estão acontecendo de novo. "Já passei por isso", ele reclama com seu coração. "Realmente, você passou", responde o coração, "mas nunca ULTRAPASSOU". O homem, então, passa a ter consciência que as experiências repetidas tem uma finalidade, ensinar-lhe o que ainda não aprendeu. Ele passa a dar uma solução diferente para cada luta repetida - até que encontre a vitória."

Nenhum comentário:

Postar um comentário