segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Cartas para o Papai Noel

Meu querido Papai Noel!

Já faz tanto tempo que eu não escrevo para o senhor, não é? Mas hoje, meu bom velhinho, resolvi resgatar aquela criança de brilho nos olhos e o coração cheio de esperanças que ainda vive dentro de mim. Não sou mais aquela criança e meu pedidos mudaram um pouco, mas com certeza o senhor poderá me atender.

Eu gostaria de uma pequena caixa vermelha. Isso mesmo, vermelha. Que represente a VIDA.

Para que eu quero essa caixa? Eu explico:

Para guardar todo amor que eu tenho para dar e que sei que irei receber. Toda a esperança que vive dentro de mim e depois compartilhar. Toda saúde que eu possa ter e todo carinho que eu tenho para distribuir.

Vou guardar também a compreensão, ela está tão rara hoje em dia. Guardarei também a solidariedade que é tão necessária. Guardarei todos os meus sonhos para que nenhum fuja entre os meus dedos, para conseguir realizá-los um a um.

Nela vai caber também o meu sorriso para que eu possa ofertar aos amigos a quem tanto amo.

Os momentos felizes!!!! Estes não posso esquecer de guardar. E aquela minha gargalhada infantil que vem do fundo da minha alma? Não vou esquecer mesmo de guardar. vou guardar a minha saudade, porque nela existe a prova do amor e de bons momentos. A confiança, pois sem ela não vivemos, nela também guardarei os meus desejos mais secretos para que um dia eles possam se realizar e todos os aprendizados que a vida me fez passar para que eu seja uma pessoa cada vez melhor.

Meu bom velhinho faça com que a chegada do natal, a criança que cada um tem dentro de si nasça novamente.

A minha criança está viva e cheia de sonhos a espera do meu pequeno milagre de natal.
                                       
(baseado no texto do site refletirpararefletir)

OBS: Já escreveu a sua cartinha este ano? Corra, pegue papel e caneta e escreva seus sonhos, desejos e sentimentos, pois todos nós carregamos dentro nossa criança e nosso "papai noel".

LIBERE - CONSCIENTIZE - REALIZE
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário