terça-feira, 18 de setembro de 2018

Nomofobia

Você sabe o que é nomofobia? Você tem nomofobia?


Antes de esclarecer o que é nomofobia, faça este teste simples e se avalie:

Dê uma nota de 1 a 7 para o quanto você concorda com as afirmações abaixo, sendo 1 para "discordo plenamente" e 7 para "concordo plenamente":

  1. Fico desconfortável quando não tenho acesso constante a informações por meio do meu celular ou computador.
  2. Fico irritado quando não posso procurar informações por meio do meu celular.
  3. Quando meu celular está ficando sem bateria entro em desespero.
  4. Quando fico sem sinal ou sem contato com a internet, fico verificando a cada instante se a rede já voltou ao normal até isso acontecer.
  5. Quando estou sem celular sempre penso que posso ficar preso em algum lugar e precisar dele.
  6. Quando estou em algum lugar onde é proibido o uso de celular fico ansioso para poder mexer nele.
  7. Quando estou sem celular fico ansioso e preocupado porque não posso me comunicar com meus amigos e familiares.
  8. Quando estou sem celular fico nervoso de não estar recebendo ligações e mensagens de texto.
  9. Quando estou sem celular eu me sinto estranho porque não sei o que fazer.
  10. Sem meu celular ficaria nervoso porque ficaria desconectado das minhas redes sociais.


Se deu mais de 4 afirmações, já é para tomar cuidado, está criando uma dependência de seu celular ou computador ou qualquer aparelho similar - ou está com NOMOFOBIA - é um termo recente, que tem origem nos diminutivos ingles NO-MO ou NO_MOBILE, que significa sem telemóvel. Daí a expressão NOMOFOBIA ou Fobia de ficar sem um aparelho de comunicação móvel.

Normalmente são pessoas que não estabelecem limites ao seu uso. Começam a mergulhar numa outra vida, uma de ilusão, irreal - a virtual - e deixando de viver uma vida real.

A NOMOFOBIA está geralmente relacionada com outros transtornos, como: fobia social, síndrome do pânico e transtorno obsessivo compulsivo.

E quando não estão com seus aparelhos os sintomas são semelhantes a abstinência de drogas ou álcool, como: angustia, vazio existencial, desespero, estresse, irritabilidade, náuseas, taquicardia dentre outras.

É uma fonte de prazer, mas não a única.

Baseada na avaliação retirada do artigo: computadores em comportamento humano - criado por Caglar Yildirim - da universidade estadual de Iowa. Texto baseado no artigo da revista Super Interessante e site de psicologia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário